Comissão organizadora apresenta números finais ao poder público

By: Raquel | 5 dez 2017

O princípio da transparência foi o mais citado por Claus Wallauer, presidente da 5ª Estrela Mutifeira, durante a prestação de contas do evento à prefeitura e câmara de vereadores nesta segunda-feira (04). Realizada entre os dias 06 e 10 de setembro, a feira recebeu aporte financeiro de R$ 300 mil do poder público, além de auxílio em infraestrutura, com maquinário e mão de obra, o que levou a comissão organizadora a apresentar os resultados obtidos em renda e satisfação dos participantes. Confirmando o saldo positivo de R$ 108,7 mil para a promotora Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Estrela (Cacis), Wallauer esclareceu: “O objetivo fim da Estrela Multifeira não foi trazer lucro para a Cacis e sim trazer um evento para a comunidade, no qual nós pudéssemos compartilhar momento alegres, festivos, de comércio, de geração de resultado e de negócios para as empresas daqui”.

O resultado foi consequência das receitas com patrocínios, convênio com o município, locação de estandes, ingressos e projetos culturais, os quais totalizaram R$ 1,06 milhão, descontando-se R$ 954,6 mil das despesas com divulgação, mídia, contratação de serviços terceirizados, sistemas, PPCI do Porto, infraestrutura, shows e atividades. Para o presidente, independentemente dos valores, os dados mais relevantes são aqueles coletados na pesquisa aplicada pela Faculdade La Salle, os quais servirão de base para o aperfeiçoamento da próxima edição. De acordo com o levantamento, para mais de 90% dos expositores a feira atendeu ou superou as expectativas, sendo que 97% deles pretendem retornar em 2019. Já entre os mil visitantes entrevistados, 95% afirmaram estar satisfeitos com o evento. Wallauer ainda destacou os mais de 190 expositores e o volume de negócios realizados e prospectados que atingiu a marca de R$ 10 milhões, além das 123 empresas prestadoras de serviços e fornecedores beneficiados neste ano. Ele enalteceu o papel da Estrela Multifeira na oferta de lazer, entretenimento e integração, bem como o impacto em todas as esferas da sociedade: cultural, econômica, ambiental e social. “A feira não é mais só de Estrela. É uma feira regional, que vai se tornar cada vez mais forte justamente porque tem o incentivo da prefeitura, da câmara de vereadores, da população e dos expositores”, declarou.

Os vereadores parabenizaram o trabalho voluntário e dedicado da comissão organizadora e elogiaram o espaço dado aos artistas locais e ao grupo de danças folclóricas da cidade. Eles também reconheceram a preocupação com a satisfação da comunidade estrelense e o retorno econômico gerado para o município como um todo. Darlã Bellini evidenciou a consagração da feira no cenário regional: “Se nós continuarmos nesse crescimento, com ideias boas, com atitudes e pessoas voluntárias que trabalham para isso, em breve nós seremos uma das maiores feiras do nosso Estado”. Para João Braun, o evento vai além dos números e serviu de vitrine para o potencial da cidade, o que já justifica o investimento do dinheiro público. Segundo ele, o maior resultado foi outro: “O orgulho do estrelense em ver a sua cidade representando e fazendo tão bonito”. Presidente da Câmara, Ernani Luis de Castro falou da alegria em auxiliar projetos exitosos e que valorizam o município, concedendo o crédito à população: “Aqui as coisas funcionam porque a comunidade pega junto”.

Ao confirmar Henrique Purper como presidente da edição 2019, o presidente da Cacis Pedro Barth frisou a importância de se manter o bom relacionamento com o poder público e a necessidade de se pensar em inovações para a próxima feira, buscando sempre oferecer um diferencial que encante os visitantes. Para Wallauer o segredo do sucesso desta e das edições seguintes está na combinação de esforços. “Se tivermos união entre todos os segmentos e todos os setores – legislativo, executivo, judiciário -, tudo vai dar certo. Tudo funciona e nós vamos todos para o mesmo caminho”, assegurou.

Texto: Assessoria de Imprensa

Compartilhar